MENSAGEM DE MÃE MARIA

Alimentar-se da vida, daquilo que 
existe em abundância no planeta
Mãe Maria
Através de Thiago Strapasson e Michelinha OM
08/02/2017

Que as bênçãos do amor tragam paz aos seus corpos, mentes e corações.

Amanhecer um amor glorioso.

Trazer a alegria nas relações.

Alimentar-se da vida, daquilo que existe em abundância no planeta.

Saborear o sorriso doce do vento.

Brilhar o desabrochar das flores e observar o movimento em direção à luz do sol.

É possível sentirem toda a emoção de estarem presentes no momento em que vivem.

Mas para isso, abram-se ao amor. Permitam-se sentir a emoção.

Permitam-se sentir a dor, a tristeza, a falta, sintam a luta árdua de cada ser para manter-se vivo nessa jornada. Essa jornada que é de muito sofrimento na caminhada sim, mas que também é de muita luz.

Pois a cada sofrimento superado, mais um foco de luz é aberto por dentre as feridas que vão aparecendo das batalhas vividas dessa experiência, e também de tantas outras que se passaram.

Feridas essas que se transformam em cicatrizes do guerreiro. Aquelas que servirão para transformar vocês em focos de luz, cada vez mais abundantes de amor e da centelha de Deus.

A expressão da luz divina, meus filhos, só é possível de ser trazida através da conquista de todas as batalhas dessa vida. Aquelas batalhas que vocês vêm enfrentar para superarem a si mesmos.

Não trago aqui, filhos, que vocês devem vivenciar o sofrimento durante todo esse processo, mas sim de que devem vivenciar e saborear a luz e o amor.

O amor que só pode ser trazido por aqueles que viveram de forma intensa todas as dores, que trouxeram para as próprias experiências e para os sentimentos individuais, a dor daqueles que passaram pelos seus caminhos.

Ao sentirem, ao observarem o externo e acolherem escolhendo viver em si mesmos a emoção da experiência, para assim encontrarem o caminho que leva ao brilhar da luz, vocês estão mostrando algo que nunca foi mostrado por outro antes de vocês.

Quando escolhem vivenciar de forma intensa os aprendizados e as dores, meus filhos, escolhem também trazer a esperança.

Vocês estão inseridos aqui, meus filhos, justamente para mostrar a todos, como experiência pessoal de cada um de vocês, de que é possível sim superar a todas as dificuldades e ainda assim irradiar amor.

Esse amor, quando irradiado por aqueles que trouxeram a batalha conquistada de suas caminhadas, é o que fará com que as curas aconteçam.

Sabemos que as batalhas vividas enquanto vocês estão inseridos na vida da matéria, são muitas vezes dolorosas demais e desgastantes.

Trazem a vocês, por vezes, um sentimento de que já não há mais esperança, e pensam em desistir.

Mas o que não percebem, filhos, é que essa caminhada só pode ser trilhada por cada um de vocês. A jornada estabelecida por vocês para mostrar o caminho da luz, está inserida nas suas experiências com muito amor.

A cada conquista, a cada novo foco de luz que passa a brilhar de uma nova cicatriz, vocês vão trazendo também a vocês mesmos a esperança e a fé. A materialização para vocês mesmos de que é possível. E é essa a busca de vocês, filhos.

Vocês podem pensar que chegará um momento em que já não mais haverá fé, que não haverá amor e forças suficientes para que consigam prosseguir.

Mas também chegará o momento em que vão superar esse sentimento, e será mostrado diante de vocês um novo horizonte de amor, a se abrir para que seja explorado também.

Vocês, filhos, brilham mais a cada descoberta de um novo horizonte. Alimentam a fé e a esperança de uma vida melhor para todos, e de que nada, absolutamente nada poderá vencer o amor.

Qual a força que utilizarão para isso, filhos?

Apenas o amor. Simples e difícil, nessa vida de tanto desamor, quando observam em volta de vocês tanto sofrimento sem necessidade. Mas então é quando entram vocês com palavras amorosas, a mostrar que sim, que é possível viver o amor em meio a tudo isso.

Vocês vieram da luz e foram inseridos na sombra de suas próprias mentes de ilusão, que pensam que a matéria é real. Mas o amor descortinará essa realidade, e mostrará do que vocês são realmente feitos, filhos.

Observem aqueles que não se permitem serem levados pela ilusão do desamor.

Observem as plantas e a natureza. Como são abundantes em vida.

As pessoas vivem em meio ao ambiente da natureza, por vezes o destruindo, por vezes sofrendo em suas mentes com os seus próprios problemas. Mas a natureza, filhos, se mantém intacta em sua beleza e harmonia.

É a manifestação do amor abundante de Deus, pois é somente irradiação de luz em qualquer meio. Independente da ação humana, independente do progresso da humanidade, a natureza perdura e perdurará para sempre, assim como o amor que existe em cada um de vocês sempre perdurará, pois é dele que vocês são feitos, filhos.

Eu sei que muitos de vocês sentem o peso nos ombros, o peso de uma vida que os conduz ao desafio de si mesmos. Mas desse trajeto é que poderão encontrar a pureza de seus corações, pois a partir das experiências de dor é que vão liberando as amarras que os restringiram por tanto tempo.

E cada passo que dão, irradiam mais luz, mais sabedoria, e se transformam na luz do amor, em meio à escuridão da mente daqueles que ainda não veem o que vocês enxergam.

Quantos são aqueles que pensam em desistir da caminhada, da jornada de luz, e se esconder por detrás da solidão que uma vida na matéria os conduz. Mas vocês são aqueles que vieram justamente para mostrar que das dificuldades da vida, das provas da alma, ainda assim é possível irradiar amor.

E mesmo passando pelas dificuldades, vocês continuam o trajeto de fé em sua própria purificação interior, buscando-se e se renovando a cada dia com toda a alegria de sua alma.

Vemos em vocês a esperança de cada amanhecer, de cada raiar da luz do Sol, levantando a caminho de seu próprio despertar. E sendo assim se transformam na fonte de amor daqueles que ainda pelejam no trajeto.

Eles veem em vocês a possibilidade de algo melhor, em suas atitudes, em suas palavras, mas principalmente no amor que trazem dentro de si. Esse é o exemplo que tantos se inspiram a continuar o trajeto da vida.

Eu gostaria de finalizar dizendo a vocês que mantenham a fé nesse trajeto, que saibam que apesar de tudo que vivenciam ainda os vemos como aqueles seres de luz de outrora, que imergiram na escuridão mental com o propósito de mostrar que é possível sim, viver uma vida comum e ainda assim ser luz, e ainda assim acreditar no invisível, e ainda assim manter a fé e o amor.

Pois de todas as dores que vivi na vida material, nada foi tão duro quanto ver aquele que carreguei no ventre com tanto amor, dependurado e açoitado por ter sido amor. Ali vivi a grande dor de minha vida, uma dor incalculável a uma mãe.

Mas foi dali que abri a possibilidade de ser amor, e vi que podia mostrar que era possível sim ser amor diante de tudo que vemos no mundo, de tudo que vivemos, ainda manter a fé em Deus. Foram duros dias, ali vivi a noite escura da alma, a vontade de desistir, mas foi dali que tirei a força do meu despertar, foi onde acordei à vida maior.

Estava enublada pela dor, pela névoa de meu sofrimento, mas dali, quando nada mais importava, foi que renasci à minha verdade. Ali descobri a força de meu amor, de que eu podia ser amor em meio à dor, e, assim, como vocês fazem, pude amar em meio a uma vida de dificuldades.

E isso aconteceu ao ver o Sol, que nasce todos os dias a alimentar as plantas, que recebem de Deus a água da chuva para multiplicação da vida. Percebo que mesmo quando a natureza é destruída, como é grande a sua força de recomposição, como é grande a força de seu próprio resgate.

E me espelhei na natureza, de minha destruição me recompus, me recriei, ancorando o amor que meu filho Jesus havia trazido ao mundo. Continuei a proliferar sua palavra e o faço até hoje.

Essa talvez seja uma das mais sublimes tarefas de um ser de luz, ancorar a força do amor em meio a um ambiente que arrasta a mente à dificuldade. Mas é daí que saem os mais lindos exemplos de fé, perseverança e humildade. É onde conquistamos nossa paz esteja onde estivermos, é onde irradiamos nosso amor independentemente do que passamos.

Eu os digo, meus filhos, que perseverem nesse caminho, para que compreendam que a cada cicatriz, resultado de uma dor superada, vocês ser tornam mais puros e brilhantes aos olhos de Deus. Vocês se tornam o exemplo de uma vida que os dignifica.

Por isso não desistam meus filhos, reconheçam a benção do amor em suas vidas e continuem na caminha de luz. Encontrem dentro de vocês a paz e o amor.

Será a partir dessa paz e desse amor, ao observar a abundância da vida irradiada em sua volta na manifestação da natureza, que compreenderão um pequeno exemplo da grandiosidade do amor divino, que também habita em vocês mesmos.

Sou Maria, vossa mãe.

Por favor, respeite os créditos ao compartilhar
DE CORAÇÃO A CORAÇÃO – http://www.decoracaoacoracao.blog.br
DE CORAÇÃO A CORAÇÃO – https://lecocq.wordpress.com
Thiago Strapasson (http://coracaoavatar.blog.br/)
Michelinha OM (http://verdadetransmutadora.blogspot.com.br/)
Grata Thiago!

LUZ!
STELA

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s