A FORÇA DO AUTOCONHECIMENTO

Mestres El Morya e Portia
Através de Thiago Strapasson e Michelinha OM
17.02.2017

Saudações filhos,

Vim hoje a lhes falar sobre a força do autoconhecimento. O universo, filhos, espera uma opinião firme de vocês. Ele deseja posicionamento, mas quantos são aqueles que vivem sem ao menos saber o que querem, sabendo que vieram a essa experiência para atingir a própria elevação, mas deixando de lado de maneira a postergar o trabalho interno que é a busca dessa verdade.

Viver a verdade que está presente em seu Eu Interior e que despertará a conexão com a energia suprema, essa é a busca de todos vocês.

Sabemos que o cultivo do medo, a influência que recebem o tempo todo de convivências diárias que levam vocês a alimentarem o medo dentro de vocês, e também que trazem distrações materiais para que desviem das suas verdadeiras buscas, às vezes são obstáculos que parecem intransponíveis.

Mas viemos aqui trazer a vocês o como, meus filhos, pois o que falta a vocês, é soltarem a verdade para que se manifeste, sem medo da simplicidade e beleza da vida.

Manterem o posicionamento com amor, levando a verdade de vocês para as suas atitudes diárias em ressonância com o que vocês verdadeiramente são, é esse o caminho que devem seguir.

E quando dizemos posicionamento é falar sobre o que ressoa com o coração. Pois vos direi, ninguém se sente bem ao lado daquele que não é sincero consigo mesmo, que não passa confiança sobre o que quer.

Estamos todos aqui inseridos nas mesmas experiências e todos em busca de suas próprias verdades, mas que na maioria das vezes é buscada somente do lado externo, e deixa-se de lado o olhar interior. Como poderão manifestar a verdade, filhos, se não a manifestam a vocês mesmos?

Então não é do querer material que dizemos aqui, do querer ter um carro, uma casa, mas do querer legítimo que parte de dentro. Esse querer, meus queridos amados, muitas vezes ainda não foi descoberto por vocês mesmos, mas a busca pela verdade, pela felicidade e pela plenitude está sempre presente nas suas vidas.

Vocês param e refletem por um momento, onde se questionam de qual seria a verdadeira busca de vocês. E por um momento seguinte chegam todos à mesma resposta que seria, encontrar a felicidade.

Mas o que seria a felicidade de cada um de vocês, filhos. Pois vocês repetidamente recorrem aos apegos materiais, pessoais e de trabalho para deixar de olhar mais um pouco para vocês mesmos, a fim de descobrir quem verdadeiramente são.

Quantos são aqueles que se prendem a relacionamentos, a negócios, a relações familiares que nada lhe acrescentam. Então falamos da verdade da alma, do querer autêntico, que irradia do coração, da essência Eu Sou. A busca pelo sentimento que os leva a falar sem receio, aquela voz que quer ressoar de dentro dos seus corações: Eu sou e assim é!

Esse encontro com os seus verdadeiros Eus é o ponto de partida inicial que fará com que sigam o caminho da felicidade plena que tanto buscam. Porque mascarar a própria identidade dentro de uma capa de proteção que não os estão permitindo de alcançar as suas próprias felicidades? Não há motivos para não deixarem as verdades de vocês serem manifestadas, filhos.

Manifestar a verdade pode ser interpretado como arrogância, mas filhos, é isso que Deus deseja de vocês, que soltem a verdade que guardam no coração, que falem abertamente com todos, sem meias palavras, sem preocupação. Essa é a base do princípio Eu Sou.

Enquanto mantiverem as suas vidas manifestando a imagem daquela personalidade que, segundo o que coordena as suas mentes, seria mais aceita diante das regras da sociedade, vocês permanecerão escondidos dentro da concha, filhos. Mas a verdadeira riqueza, a pérola que reluz e irradia amor, está ali dentro escondida, impedida de se manifestar.

Ao primeiro contato com a sua verdade vocês podem manifestar o sentimento de medo e insegurança, pois certamente não serão aceitos por aqueles com quem convivem e levam as suas rotinas.

Mas isso nada mais é do que o choque inicial que todos sentem ao ver a mudança diante de seus próprios olhos. Alguns, os quais mantinham convívio, vão relutar, exigindo de vocês uma postura aceitável e dentro dos padrões aceitáveis para eles. Mas esquecem-se de que o livre arbítrio é a base de toda vida do planeta, e é de direito de todos, inclusive de vocês, filhos amados.

O que mantem vocês presos ao sistema ao qual vivem hoje? O que faz com que pensem que existe uma obrigatoriedade em todas as regras impostas pela sociedade, filhos?

Venho aqui trazer o aviso, queridos, para que mexam com as suas vidas, para que permitam que se manifeste a verdade contida dentro de vocês, pois somente através dela, poderão irromper as barreiras do medo, que os faz pensar que não podem viver simplesmente livres, como chegaram a esse planeta.

Filhos, queridos, vocês percebem que chegaram a esse planeta livres de todo medo, de toda dependência financeira e emocional? E foram, com o tempo, agregando essas necessidades em suas vidas?

Quão felizes foram todos os Mestres que, assim como o exemplo do nosso amado São Francisco, trouxe o exemplo de que é possível libertar-se do sistema que os mantém presos. Convivendo entre os rejeitados pela sociedade da época, recusando todo o luxo e bens materiais, mas permanecendo livre e feliz. Pois descobriu que o que o mantinha preso eram as amarras que ele mesmo criou durante os anos de vida dele até o momento em que decidiu mudar.

Assim foi que São Francisco ancorou a base do princípio Eu Sou que é eu me conheço, eu sei aquilo que quero e, portanto, irei manifestar isso. Eu sou o que eu sou e essa é a verdade do meu coração.

A sua verdade, filho, é manifestar a imagem de alguém feliz, ou ser realmente e plenamente feliz?

Pois, meus filhos, vocês foram ensinados a viver meias verdades, meios relacionamentos, meias possibilidades, e assim vão vivendo como metades de algo que nem sabem o que seja.

São meio sinceros para não ofender, sabem mais ou menos aquilo que gostam para não desagradar, para se encaixarem no meio, e assim se tornam pessoas mais ou menos, que vivem relacionamentos mais ou menos, que se relacionam, mas não se envolvem, que convivem procurando agradar os demais, mas esquecendo-se de vocês mesmos.

E assim, a vida se torna mais ou menos suportável, mas que no fundo se esconde uma série de medos, de angústias, de dúvidas que se escondem por trás de suas meias verdades.

Queremos autenticidade. O universo precisa disso para os servir. Ele necessita que primeiro seja conhecida a verdade, para que então ela se manifeste. Permitam a manifestação da verdade nas vidas de vocês, e verão a transformação ocorrer a trazer alegria e plenitude nas vidas de vocês, amados.

Eu Sou El Morya e Pórtia

Por favor, respeite os créditos ao compartilhar
DE CORAÇÃO A CORAÇÃO – http://www.decoracaoacoracao.blog.br
DE CORAÇÃO A CORAÇÃO – https://lecocq.wordpress.com
Thiago Strapasson (http://coracaoavatar.blog.br/)
Michelinha OM (http://verdadetransmutadora.blogspot.com.br/)

LUZ!
STELA

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s