TODOS OS LUGARES SÃO ABUNDANTES EM LUZ

Mãe Divina
Através de Michele Martini e Thiago Strapasson
26 de abril de 2017

Amados filhos, vocês estão passando por períodos de intensa transformação pessoal, onde tomam contato com novas energias, antes nunca experimentadas, e os seus corpos, gradativamente, vão se adaptando a essa nova realidade.

Vocês têm sintomas físicos que não compreendem, sentem em seus corpos as variações energéticas que por breves momentos os conduzem a antigas formas de ser. Já não compreendem esses sintomas ou a volta dos antigos sentimentos em seus dias.

A primeira impressão pode parecer que estão inseridos em meio a realidades as quais não podem compreender. A impressão é que a matéria volta com mais força em suas vidas, que os dias se tornam ainda mais materiais. Mas em meio a tudo isso vocês estão mais ancorados com o Eu Sou.

Antigos sentimentos e dúvidas reaparecem. Já não sentem as diferentes energias de luz, pois todas se tornaram uma só e ancoradas no seu nono chacra, da aglutinação. Os dias parecem iguais, mas interiormente há uma leveza inexplicável, que se manifesta junto a uma falta de interesse pela matéria.

É um paradoxo mental, amados, pois novas experiências materiais são atraídas em suas vidas, ainda que isso já não tenha tanta importância. Antigos sonhos se manifestam com facilidade, sem busca. Surgem em suas vidas. Sonhos materiais que os levam a se questionar se ainda estão no caminho do coração. Pois ao mesmo tempo em que as energias se misturam, a matéria se manifesta com maior facilidade.

Mas isso, meus filhos, se dá porque vocês não mais percebem a realidade a sua volta como algo a ser superado, e sim aceitam com amor e gratidão tudo o que é oferecido a vocês, todas as energias as quais tomam contato, e que são elevadas em amor nos seus corações. A realidade se manifesta e vocês olham a ela. Ela passa e vocês permanecem lá a observá-la. Já não se trata do querer manifestado do ego, mas simplesmente do atrair para si um desejo do coração.

Vocês atingiram um patamar de equilíbrio, acima da malha energética que assola a humanidade com a manifestação de inferioridades a serem superadas. Nesse patamar já não compreendem alguns sintomas físicos, que não são nada mais que a adaptação de seus corpos a nova realidade.

Se questionam quanto a manifestações de desejos materiais que buscavam mas encontravam barreiras e que, agora, flui com naturalidade. A mente não compreende esse novo modo de ser. Ela se questiona, mas vocês simplesmente observam esses questionamentos, sem lutar contra ele, deixando-os e permitindo que passem por vocês com naturalidade.

Ao aceitarem a realidade, permanecem inseridos no mesmo local, mas é apenas o corpo físico a experimentar os aprendizados da matéria. Já não há diferença entre todos os caminhos possíveis para as suas vidas.

Já não há formas de se sentirem descontentes com a vida, ou ainda mais contentes, pois todos os momentos são preenchidos de muito amor e gratidão, independente de quais condições vocês se encontram. As experiências da matéria já não trazem mais profundas tristezas, nem grandes alegrias, pois ela é apenas a experiência material.

Vocês resgataram, em meio a turbulenta experiência material, a conexão com o Eu Sou. Descobriram que, para manter essa conexão ativa, basta perdoar, ser grato, amar com humildade a tudo o que é colocado para vocês.

A vida se manifesta nesse sentido com naturalidade, a mesma vida, sem mudança física, mas agora com novas experiências. Novas não no sentido de que são diferentes das anteriores, mas novas sob o ponto de vista da vida que se torna mais suave. As experiências são novas no coração, pois o Eu Sou traz uma nova visão, mais leve e suave à vida.

Esse estágio, quando alcançado, é marcado por abundancia, abundancia de amor, de paz, de alegria e também abundancia material. Vocês já não mais buscam o melhor, vocês vibram o melhor, e, portanto, atraem o melhor para as suas vidas. Mas há algo mais, pois entendem o melhor como o necessário, que já não traz alegria também, pois ele é como é.

Compreendem que a vida é para ser vivida resgatando o sentimento de amor, de gratidão, de aceitação, sem querer, mas permitindo que ela se dê como deva ser. E esse estado os traz alegria. Não são mais as conquistas matérias que os alegram, mas a própria forma de ver a vida. Esse é o estado do Eu Sou, de paz interior e sabedoria.

Aproximam-se novas energias, aquelas que vibram com a sintonia da gratidão, aquelas que, assim como vocês, diante de todas as adversidades, ultrapassarão todas as barreiras para chegarem até vocês, manifestadas de forma abundante a trazer tudo o que é necessário para que as suas vidas sejam completas, elas se aglutinam aos seus chacras superiores.

A vibração interior de aceitação atrai energias que vibram com a gratidão, com oportunidades, com saúde, com sabedoria. São essas energias que são trazidas até vocês, porque essa é a vibração do Eu Sou.

Vocês, filhos, permaneceram firmes na sustentação do amor, mesmo diante de todas as provocações do ego, diante de todas as investidas do seu Eu Inferior, e ainda assim se propuseram a transformar as suas próprias vidas, transformando assim todo o meio onde vivem. E assim abriram caminho para o acoplamento do Eu Sou no meio físico, que os ajuda a ter esse olhar para a vida.

E então vocês olham à vida e dizem sou grato, me perdoe, eu sinto muito, te amo. As experiências vêm até vocês e novamente vocês dizem, sou grato, me perdoe, sinto muito porque te amo. Sejam experiências tidas como alegres ou não, a manifestação do Eu sou é sempre a mesma, o olhar não se altera.

Vocês se tornaram focos de luz a manifestar o exemplo da esperança e da fé. Do amor incondicional por todas as formas de vida. E esse olhar reflete em suas vidas, essa visão os ameniza as experiências.

E essa vibração é o que atrai novas experiências materiais que a mente não compreende e os questiona se não estariam a regredir no querer do Ego. Mas não, é apenas a manifestação do Eu Sou em suas vidas, que não julga e que olha com amor, gratidão e perdão a tudo e todos.

Nesse momento, apenas permitam o fluir da vida, permitam que tudo o que faz parte da energia que vibra como vocês, possa vir até vocês e se manifeste em suas vidas. Permitam que a energia se torne uma só. Não caiam no questionamento mental da dúvida. Permitam sem julgamento a manifestação material em suas vidas, deixando a vida fluir com naturalidade.

Percebam que algumas manifestações inconscientes do ego, já não comandam as suas vidas e, portanto, são dissolvidas no amor, na gratidão e no perdão. Pois essa é a manifestação do Eu Sou na matéria. Ele compreende a vida e aceita as adversidades, assim como as alegrias.

Hooponopono, esse é o comando energético, é a quebra de padrões de sofrimento, que são aqueles únicos que ainda uniam vocês ao Eu Inferior manifestado. É o código de quebra de padrões e do condicionamento mental alimentado pelo ego. Essa é a quebra é a chave para atração de muitas novas experiências que surgirão de formas inesperadas em suas vidas, sem que a mente compreenda a facilidade da manifestação.

Vocês permitem que todas as manifestações do Eu Inferior sejam dissolvidas e que não mais alimentem o ego a permitir que ocorra o condicionamento mental. O Eu Sou, em seu amor e sabedoria, se torna o componente atractor e diretor da vida. Ele se torna a vida.

Vocês permanecem inseridos em seus meios, permanecem em paz e desconectados do Eu Inferior, que já não ressoa com as suas energias de paz, gratidão e amor. Essa é a vibração do Eu Sou, é a manifestação que ele compreende e se conecta. E assim ele dirige a vida.

Todas as fugas são manifestações do ego, são manifestações do Eu Inferior, que escolhe não olhar para as próprias restrições, que ainda luta, com as últimas forças, para manterem vocês conectado ao sentimento que alimenta o condicionamento mental. Os questionamentos se esvaem com o Hooponopono, que é a ferramenta que os manterão conectados ao amor, à gratidão e ao perdão em todas suas experiências.

As energias dos elementais vêm auxiliar no processo, onde vocês começam a aceitar, gradativamente, a própria realidade, passam a receber o suporte energético para que consigam permanecer em meio a diferentes energias, e sustentar o amor e a paz no coração.

Eles dão o apoio para que vocês, pela primeira vez, consigam olhar para o condicionamento mental como algo desconectado de vocês, como algo externo, e ainda assim agradecer pela experiência e pela força e aprendizado obtido dessa vivência.

Manifeste-se o Eu Sou guardado em meu coração. Que ele se torne o comandante energético e vibracional de minha vida. Que ele se torne a vida, a paz e o amor. Que as experiências sejam vistas com gratidão, amor, perdão, mas acima de tudo com humildade.

A partir do momento em que aceitam as próprias realidades, não percebendo o sofrimento nelas, e sim oportunidades de ser o amor, estão preparados para, através do Hooponopono, quebrarem de forma definitiva o comando que chega do Eu Inferior, e que causa sofrimento nas suas vidas, que não permite que se libertem do Condicionamento Mental. Permitem mais, a pura manifestação do amor, do Eu Sou em meu coração.

O condicionamento é quebrado, e então mantido através da terapia dos 21 dias, onde vocês passam a utilizar essa técnica, a repetição do Hooponopono, para que seja gravada em vocês uma nova programação, aquela do amor, da gratidão e do perdão. A terapia de conexão do Eu Sou através do Hooponopono.

Essa é a vossa libertação, essa é a manifestação do Eu Superior em seus corpos físicos, a viver acoplados em vocês na experiência da matéria. Nessa vibração a vida se manifestará.

Sigam em paz.

Sou Mãe Divina

Por favor, respeite os créditos ao compartilhar
DE CORAÇÃO A CORAÇÃO – http://www.decoracaoacoracao.blog.br
DE CORAÇÃO A CORAÇÃO – https://lecocq.wordpress.com
http://pazetransformacao.com.br/
Grata Thiago!

LUZ!
STELA

Anúncios