MANTENDO O AMOR NA ESCURIDÃO

MANTENDO O AMOR NA ESCURIDÃO
Guruji-Ma
Julie Redstone
9 de Novembro de 2018

No rastro do trágico tiroteio em massa na Sinagoga Árvore da Vida, em Pittsburgh, Pensilvânia, seguido pelo tiroteio na semana passada em um estúdio de ioga, e a violência da noite passada em Thousand Oaks, Califórnia, somos chamados no fundo de nossos corações para examinar o que nós acreditamos sobre o tempo em que estamos vivendo.

Quando recebemos dons abençoados do universo, é mais fácil acreditar em uma realidade Divina que contém tudo.

Quando o sofrimento aumenta e os eventos de violência extrema acontecem um após o outro, isto invoca a nossa mais profunda confiança para encontrarmos confiança no coração benevolente daquele que mantém o universo em si e deseja apenas amor e paz para os filhos da Terra. .

Vivemos em uma época de medo quando devemos consciente e deliberadamente escolher o amor acima de tudo.

Vivemos em um momento de desilusão quando devemos consciente e deliberadamente escolher a esperança acima de tudo.

Vivemos em um tempo de conflito e polarização, quando devemos consciente e deliberadamente escolher acreditar na bondade que forma a essência de cada coração humano por causa de sua conexão com a alma.

Precisamos acreditar na humanidade comum do homem.

Nossos corações são apoiados quando entendemos que esse aumento de escuridão que vemos ao nosso redor faz parte de uma grande revolução que o mundo está passando e os EUA em particular estão passando.

Essa reviravolta envolve a erradicação de padrões de motivação que levaram à violência e à capacidade de desconsiderar a humanidade um do outro.

O propósito desse levante é que nos tornemos livres desses padrões, conscientes do que vivia dentro de nós e prontos para mudar nossos valores. Esta é a causa das trevas em nossa vida coletiva atual. É a purificação em um nível global, ativada pela luz espiritual que está fazendo o seu trabalho.

Tal entendimento, obviamente, não consola aqueles que acabaram de perder membros da família ou amigos em Pittsburgh ou em Thousand Oaks. Nem consola nossos próprios corações de luto que simplesmente querem que o tiroteio pare e que vivamos em um mundo de paz e harmonia.

Nós estamos, como uma humanidade coletiva, clamando em uma só voz, acompanhados pela voz do sofrimento e do luto da Terra, pelo ato de parar os assassinatos e para que a vida de cada um seja tratada como sagrada.

Estamos servindo a essa meta, amados, ansiando por isso. Nesse sentido, nossa dor não é desperdiçada. Nosso anseio é ser aquela força de amor e unidade que é parte da Força Divina que chamamos de “Mãe” para ajudar a humanidade sofredora e a Terra sofredora, para que a violência possa terminar.

Não é apenas violência para os seres humanos, mas para a própria Terra. E sabemos que, quando clamamos, há outros exemplos de violência que não sabemos, porque não nos são dados espaços nos nossos meios de comunicação.

Neste tempo de crescente escuridão, nós chamamos através do anseio e da oração, e nos comprometemos ainda mais profundamente do que o fizemos para sermos uma fonte de amor no mundo, uma fonte que irá neutralizar as trevas. Nós não podemos acreditar na eficácia disto, verdadeiramente. Podemos acreditar no amor, mas não em seu poder.

E assim devemos novamente nos interiorizar nas raízes de nossa consciência que vivem em nossa alma para saber que o universo da criação Divina é feito de amor, é construído no amor, é fundado no amor. Que as aberrações estão ocorrendo agora é um resultado de seres humanos que viveram por tanto tempo com uma sensação de solidão e falta de um sentimento de segurança.

A partir dessa história, vêm os movimentos em direção à violência que vemos hoje – as expressões terríveis, trágicas e insondáveis ​​das almas que se separaram ou foram separadas da verdade de seu próprio coração.

Em face disto, não nos separemos de nossa própria verdade. Vamos nos apegar ao amor como se fosse um salva-vidas em um mar tempestuoso. Vamos nos apegar com todo o nosso poder à crença na eficácia do amor para mudar as mentes e os corações que perderam contato com ele.

Amado, torne-se uma força de amor em sua própria vida, para que possa servir à mudança que deseja no mundo. Torne-se esse amor que você deseja que o mundo se manifeste.

Neste tempo de pesar e tristeza pelas recentes perdas de inocentes cujas vidas foram tiradas quando pensavam que estavam a salvo, oramos para que todos possam viver em segurança e em um mundo que não seja baseado no medo. Possamos cada um de nós trazer esse tempo através do compromisso do nosso coração com o amor, por nós mesmos, por nossos entes queridos e pelo mundo.

Com profunda gratidão por você estar aqui neste momento da transição da Terra para uma nova consciência. Que sua jornada seja abençoada. –

Guruji-Ma

Compartilhe com Ética mantendo todos os créditos
Formatação – DE CORAÇÃO A CORAÇÃO
https://www.decoracaoacoracao.blog.br/
https://lecocq.wordpress.com
http://lightomega.org
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br
Grata Regina!

LUZ!
STELA

Anúncios