ESFORÇO, RESISTÊNCIA, CONTROLE, DOMINAÇÃO, PODER – É TUDO UMA COISA SÓ.

Por Ramina El Shadai

Eu senti uma certa dificuldade em como começar essa mensagem porque eu escrevi um título muito intenso e cada uma dessas vertentes do controle se desdobra em muita informação, em muita crença, em muitos conceitos, então… eu escolhi começar por uma frase que eu ouvi ontem, durante um atendimento, que foi assim:

“Ramina, eu não concordo com você quando fala de viver uma vida sem esforço porque tudo que eu conquistei foi com muito esforço e eu tenho compromissos a cumprir. A vida está acontecendo, não dá para vibrar abundância enquanto vivo tanta coisa desafiadora”.

Não há necessidade de uma ponderação sobre concordar ou não com uma vida sem esforço porque estamos falando de lugares diferentes de percepção, estamos falando de escolhas diferentes e estamos falando de vivências diferentes.

O que eu vivo a partir de um olhar que acessei sobre o propósito de tudo que eu vivo, é o que me permite viver sem me esforçar. Foi uma escolha, lá atrás.

Mas eu te pergunto: Todo esforço que você investiu com muita luta, com muita resistência e que deu certo enquanto éramos envolvidos por uma energia de complementos, por uma energia polarizada, esse mesmo esforço continua dando certo ou essa luta está te esgotando e por isso você está aqui?

Tudo conquistado com esse esforço todo está saindo do nosso controle, está escapulindo das nossas estratégias. E quanto mais difícil a situação vai ficando é porque com mais força estamos tentando, insistindo…

Aprendemos a lutar. Essa forma de viver foi aprendida. Você acredita que tem que ser assim. É uma crença. E toda crença deu certo até certo ponto da nossa existência. Conquistamos muita coisa na imposição de si, na dominação, no abuso do poder, ou só no poder…

A minha vida também foi de muita superação. E eu achava isso um elogio. Achava o máximo quando pessoas me reconheciam como uma batalhadora. Aquela que não sossega enquanto não faz o que quer.

Aprendi tudo que eu quis, fiz todos os cursos que eu quis, me esforcei muuuuito para ser reconhecida como aquela pessoa cheia de conhecimentos. Mas para que? Para me suprir de uma falta que eu nem tinha consciência de que.

E isso me custou noites, me custou uma vida cheia de estratégias… Mas passou!

Sei que você luta, você se esforça até descobrir que não é necessário lutar, nem se esforçar. A sua percepção é o seu limite. Então eu falo hoje é de um novo lugar de percepção mesmo. Que eu não aprendi lendo livros não. Aprendi observando, sentindo, experimentando, me conectando com uma frequência que hoje eu sei muito sobre tudo isso.

Todos os nossos velhos conceitos não se sustentam mais quando não temos energias de complementos que se sustentam. Eu falo sempre de energias de complementos…

Nós aprendemos muitas coisas desde a infância com nossos pais, que por sua vez, aprenderam muito com os seus pais…. E essa rede ancestral que permanece viva a cada geração. Trazemos desde dores inconscientes, faltas, até comportamentos, numa linha de repetição…

Só que potencial não se repete, porque potencial é algo que você traz da sua experiência de alma que está em abundância para se expandir. É a história da sua essência. Isso é abundancia vibrando abundancia.

Agora, quando se repete padrões, conhecimentos, aprendizados, repete buscas. E toda busca só acontece porque existe uma falta. Mas uma falta ilusória, porque é uma falta a partir do que nós consideramos que está nos faltando. E essa falta nos leva a insistir, a persistir, a lutar, a esforçar… para garantir aquele complemento.

Essa é a energia do complemento. A expansão da falta em abundância. Essa energia só sustentou a vida inteira porque vivíamos imersos num contexto energético de polos. E esse contexto de polos gerou muitas teorias que deram nomes a tudo que foi complementar. O que acabou justificando tantas buscas.

Até que enquanto a Terra passa por transições em que ativam níveis de Despertar, o que é o Despertar da Terra? É uma frequência de vibração que chamamos de amor e que clareia tudo que aconteceu, da forma como aconteceu, com todos os recursos que foram utilizados… clareia como os complementos se formaram.

E o que mais define os complementos é o esforço. Porque é a busca por algo que te falta. Portanto algo que você quer. Portanto algo que você faz de tudo para conquistar. E quanto mais difícil, mais você se sente desafiado para tentar.

Só que enquanto a Terra está no seu despertar, a humanidade inteira também está. E despertar a consciência é exatamente se abrir para a consciência de que você é muito mais do que esse humano que luta para conquistar.

Quanto mais luta, mais tentativa de dominação. É controle sobre controle. Porque existem lados, existem opiniões, existe o vencer e o perder. Existe poder. Existe separação.

E Despertar é se perceber na Unidade da alma em experiência humana. Isso é totalidade. É essa vibração que faz com que se perca naturalmente o sentido de tudo que se faz em separação, entende?

Por isso tudo está virando de cabeça para baixo, do avesso, saindo das velhas formas, ficando de um jeito que ninguém reconhece mais nada. Perdemos nossas referencias. E cada vez vamos perder mais. Saímos dos complementos e entramos na totalidade de si. É isso que precisa ser reconhecido.

Então quando eu falo que uma vida co-criada em consciência, em fluxo, sem essa opção pelo sofrimento, é uma vida sem esforço, é uma forma de viver que vai, aos poucos, resignificando tudo isso que você vive e que são seus compromissos.

A gente precisa de muito pouco para co-criar com consciência. É só sair desse foco no resultado, sair da necessidade de manter o que sempre foi. Relaxar. Sair daquela projeção de que as coisas têm que ser do jeito que sempre foram. Olhar para isso tudo e relaxar.

Ahhh e os compromissos? Tudo vai se fazer de uma nova forma. Mas se dê esse tempo de transição. Quanto mais você fica buscando a solução, mais denso tudo se torna. Olha para esse cenário todo e envia luz para ele. Parece bobo isso, mas é assim… é simples mesmo.

Com todas as pessoas que eu me relaciono, seja na minha vida particular, seja profissionalmente, eu sempre digo, inspira profundamente, solta e traz esse cenário para a luz. Deixa luz sair do seu coração e inundar tudo isso… E deixa de querer que as coisas se façam dessa forma. Deixa de querer. Deixa a luta… tudo que está difícil não é seu!

Olha…. eu acompanhei de perto, recentemente, uma situação. A pessoa com um desafio que estava deixando ela desesperada. E eu disse… não vejo nada nessa situação. Vejo em você. Vejo que quer porque quer resolver dessa forma. Solta tudo.

Como se você estivesse desistindo, sem pensar em consequências, sem pensar em nada daqui para frente, olha só o agora. Sem medo. A situação não vale nada se você não olhar para ela e sentir que não vai viver isso mais, que vai passar por isso com tranquilidade e a luz que sair de você vai ser capaz de te clarear tudo que envolve esse fato.

E ela fez isso. Soltou mesmo! Relaxou…. Olhou para aquele momento… e deixou sair luz…. E foi viver o dia dela. Depois disso, as próximas 24 horas foram dedicadas a responder demandas de solução. E tudo resolveu sem que ela precisasse se esforçar.

Entende…. é disso que eu falo. Dos propósitos. Do potencial que você tem e não da necessidade de brigar, de reagir, de achar que está tudo errado. Porque está tudo certo. Se você vive essa dor, ou qualquer outra dor, ela não nasceu agora, do nada. Tudo que está acontecendo agora nasceu antes…

O agora é muito rico. Ele foi feito do que fomos antes. Esse jeito que você diz que sempre deu certo é o que fez você chegar onde está hoje e é desse jeito que você está tentando te manter?

Está claro que a sua postura diante de tudo precisa ser outra. Você precisa olhar para tudo sem o medo do que esse tudo pode virar.

Energia de acolhimento não é pensamento positivo. Pensamento positivo é energia de controle. Porque você pensa focado naquilo que você quer. E o que te faz querer? O que te leva a querer manter isso que quer? Porque te traz alguma segurança.

Está tudo cada vez mais claro. Vibrar em acolhimento é olhar para tudo, para todos os rompimentos que estão acontecendo e enxergar que o que está se rompendo, o que está deixando de ser é simplesmente porque não funciona mais na perspectiva de fazer uma coisa para garantir outra.

É fazer porque está fervente, vibrante internamente. É tudo que é você, internamente, e não mais o que você quer conquistar. E tudo que não é assim, não vai se manter. E quanto mais tentar, mais doído vai ficar.

É isso que é o esforço. É manter o que, naturalmente, está deixando de ser. Solta. Relaxa. Isso não quer dizer que os compromissos vão ficar para trás. É um primeiro passo… Só de você mudar essa primeira percepção, muita coisa começa a mudar… os sentidos vão mudando. As coisas vão se resolvendo naturalmente. Desde que não haja medo algum de que elas não se resolvam.

O que todos têm chamado de bloqueio é a insistência para manter o que não é mais.

Todo mundo quer desbloquear a vida. Todo mundo quer que as coisas aconteçam como sempre foram. Não tem bloqueio nenhum a não ser a sua forma de perceber que está tentando te manter no passado e no futuro, negligenciando o agora. Negligenciando a co-criação.

A nossa vida está mudando em estalos, de uma hora para outra. É só a gente permitir. E permitir é mudar a forma de perceber. Olhar sem medo.

Se você olha com medo para um desafio, com certeza está olhando com medo para você. Isso é seu sim! Até que o que produziu ele não esteja mais em você.

Então, para de brigar com você. Para de querer trazer o que você quer, justificado por algum motivo. Deixa as coisas surgirem… dá esse tempo para acontecer algo que está além dos seus pensamentos…

É muito mais difícil ficar lutando para conquistar, do que acessar a consciência de que esse desafio todo é criação do que você tem vibrado. Olha para você no espelho e deixa sair esse medo todo que você chama de garra, de persistência, de lutador….

Isso é controle. Isso é esforço. Isso é poder… porque é tudo uma coisa só.

Isso não é você. Porque você é essencialmente, amor. Sinta isso!

Um intenso abraço!

EU SOU RAMINA EL SHADAI

Compartilhe com Ética mantendo todos os créditos
Formatação – DE CORAÇÃO A CORAÇÃO
https://www.decoracaoacoracao.blog.br/
https://lecocq.wordpress.com
Conexão multidimensional – @ramina.despertar
Grata Ramina!

LUZ!
STELA

Anúncios