DIGA NÃO PARA ALGO QUE VOCÊ NÃO QUEIRA FAZER HOJE

Por Bruna Pinheiro & Camila Chagas

É tão importante e maravilhoso quando conseguimos dizer não para algo que não queremos fazer. Isso significa dizer sim para nós mesmos, e uma atitude dessa traz felicidade interior, principalmente se não sentimos culpa.

O desafio de hoje é muito simples. Se alguém te convidar para algo que você não queira fazer, ou se você se pegar pensando que “precisa fazer isso ou aquilo”, simplesmente diga não. Diga sim à você!

Diga sim aos seus sonhos. Diga sim às suas vontades, ao que lhe traz felicidade. Diga não para quem você não está afim hoje! Diga não para o que você não quer fazer hoje. Diga não, e se liberte ! Se eu não tiver a capacidade de dizer não, o meu sim não terá valor algum.

Quanto do seu tempo você dedica aos outros? E à você? Fique calmo que tudo isso pode mudar em apenas um só segundo, com as suas escolhas. Não pense que dizer não para o outro, significa que você o está abandonando. Não. Pelo contrário. Quanto mais você dizer não, mais valioso será o seu sim e a sua presença. Todos saberão que quando você estiver em qualquer lugar, é porque quer realmente estar.

Dizendo não para o que quer dizer, estará cuidando de você e com isso dará a oportunidade das pessoas também se cuidarem. E por mais que alguns fiquem chateados, eles voltarão para saber o seu segredo para ser tão realizado em sua vida.

Não diga sim apenas para manter as pessoas perto, pois você só vai colecionar mais e mais pessoas interesseiras que precisam do que você faz, mas que não necessariamente gostem de sua presença, e ao longo prazo isso te fará muito mal. Pois, para essas pessoas sanguessugas, nunca é suficiente.

Elas sempre vão querer mais e mais. Então, fique tranqüilo. Quando mudamos, o nosso mundo muda automaticamente. Mas, nada é permanente. O mais importante é a sua paz interior. E ela está altamente conectada à quantidade de vezes que você consegue dizer não ao que você não quer.

No inicio pode ser muito difícil, ainda mais se você é uma pessoa que sempre está disponível ao outro. Esteja preparado para desagradar.

E quando você ouvir: “Nossa, como você mudou. Está distante”, respire e lembre-se de que essa pessoa só está querendo dizer o quanto você está cuidando de você agora, e que ele gostaria de fazer o mesmo mas não consegue, e como não consegue, precisa te criticar.

No inicio a sua mudança dói demais para essas pessoas pois as obrigam a mudar também. Mas, aos poucos elas vão percebendo que o único caminho para a felicidade é dedicarem-se a cuidarem de si mesmas.

BRUNA PINHEIRO

Metade de nós é composto pelo que sentimos e somos. E a outra, pelo que desejamos que os outros vejam e pensem sobre nós. Está certo isso? Viver uma vida para agradar os outros, criar imagens sobre nós para nos sentirmos mais amados? E certamente, menos espontâneos e autênticos.

Criando máscaras, dificilmente estaremos no presente, inteiros e felizes. Vamos parar com isso gente! Até porque tentar agradar o outro não é garantia de “amor eterno”. E é cansativo e desgastante demais.

Dizemos muito “sim” por aí com medo de gerarmos conflitos, discórdias, dores. Com medo de magoarmos as pessoas, aceitamos as condições do outro e passamos por cima de nossos sentimentos. E a qual custo? Enquanto estamos dizemos sim para o outro, estamos dizendo não para nós mesmos. Não para nossa felicidade, não para nossa vida.

Hoje eu convido vocês a trabalharem a autenticidade, a verdade e a dizerem mais “nãos” por aí. Tente. Comece pequeno. Diga que não gostou de alguma comida que experimentou. Diga que não está com vontade de sair de casa hoje.

Comece dizendo não em voz alta na sala, para você mesmo. Se escute falando, se acostume com o “não”. Assuma o que você está realmente com vontade de fazer, nem que seja para você mesmo. Seja verdadeiro com o que você está sentindo. Se permita, apenas ser.

Mais do que dizermos o “não” apenas para os outros, está mais do que na hora de dizermos “não” para nós mesmos: para os nossos medos, nossas vergonhas, aos dramas da vida.

Que tal aceitarmos nossos defeitos, acolhermos a nossa dor com amorosidade, e dizermos “não” a tudo aquilo que permitimos nos machucar? Sabe aquela criança que mora dentro de você e que um dia sofreu a rejeição, o abandono, a falta de cuidado? Pois é, não espere mais que seus pais supram essa falta em você. Menos ainda, transfira este sentimento para sua namorada/o.

Está na hora de assumirmos nossas responsabilidades. Está na hora de colocarmos a máscara da vítima, da culpa ou da violência reprimida, na prateleira de nossas casas; de libertarmos esses sentimentos, e lá deixarmos eles.

E de peito aberto, falarmos um “sim” bem grande ao nosso auto perdão, ao nosso amor incondicional por nós mesmos. Porque aí sim, e só assim, seremos muito amados e admirados por todos aqueles com quem nos relacionamos. Sendo autêntico e feliz. E não dizendo “não” por aí.

CAMILA CHAGAS

Compartilhe com Ética mantendo todos os créditos
Formatação – DE CORAÇÃO A CORAÇÃO
https://www.decoracaoacoracao.blog.br/
https://lecocq.wordpress.com
Instagram – @blogdecoracaoacoracao
Informações de Mesa Quântica Estelar, Mesa Pet e Frequência de Cura Arco Iris – lecocqmuller@gmail.com
Grata Bruna e Camila!

LUZ!
STELA