O PLANO MESTRE CÓSMICO DIVINO E AS NOVAS CRIANÇAS

Por Judith Kusel

O que está acontecendo e por que as Novas Crianças estão aqui?

A divindade e tudo o que já foi criado, funciona dentro de um único campo de energia imensamente vasto, e dentro desse único campo de energia vasto, existem muitos outros campos de energia, mas todos trabalham em conjunto e são todos criados magistralmente e orquestrados e dirigidos por Vontade e Propósito Divinos.

Não há nada sob os 12 Grandes Sóis Centrais – cada Sol é um vasto campo de energia que contém todo o conhecimento, tecnologia, ciência, física, metafísica, padrões, chaves e códigos de toda a Criação e cada Sol é especializado em um determinado campo de conhecimento contido dentro que não foi cuidadosamente criado e orquestrado, e dentro desse vasto campo de energia todos os encaixes estão exatamente onde deveriam estar, a qualquer momento.

Nada é muito aleatório aí. Tudo é divinamente criado e posto em prática. Tudo está em harmonia e equilíbrio dentro de um único campo de energia unificado.

Dentro de qualquer campo de energia, dentro do grande campo, haverá Universos, Galáxias, sistemas estelares e, dentro deles, sistemas solares e planetas. Com todo universo existe um contra-universo, toda galáxia assim como contra-galáxia, todo sistema estelar tem seu gêmeo, sistema solar e também planetas.

O Omni-Verso está equilibrado e em harmonia consigo mesmo e dentro de si mesmo e nada está fora de ordem, nem equilíbrio.

Nosso planeta Terra está diretamente no campo da Matriz Energética das 12 Galáxias Mestras que foram criadas pela primeira vez, e sob o governo direto de Sirius, e todas essas galáxias estão ligadas ao 7º Sol Central da Iluminação.

Para entender melhor: o planeta Terra e esse sistema solar fazem parte da Galáxia da Via Láctea e de sua Contra-Galáxia, Melchior, e depois sob jurisdição maior direta, Sírius e o Sétimo Sol Central. O 7º Sol Central então está diretamente sob a jurisdição da própria Fonte Divina e dos 12 e 24 Anciãos que cercam o Trono de Deus.

Precisamos dar um passo adiante para entender o que está acontecendo no planeta Terra e por que as Novas Crianças estão aqui: No começo, as 12 Galáxias Mestras (conforme definido em meu livro “Por que eu nasci na África: a história não registrada anteriormente de Elysium e do Reino dos Leões”) foram os primeiros a serem criados.

O planeta Terra, foi co-criado pelos cientistas da Frota Intergaláctica e, portanto, sempre visto como um experimento!

Aquelas almas que desejavam trabalhar e viver no planeta Terra, tiveram que assinar um contrato com a frota intergalática que participariam de um experimento no planeta Terra e, assim, se tornariam parte desse experimento! É por isso que o seu contrato com a alma estipula isso e o afirma. Você assinou isso antes de encarnar no planeta Terra!

A primeira civilização foi composta pelos primeiros voluntários em Elysium, o Supercontinente.

Quando a Guerra dos Céus eclodiu, a Terra foi evacuada, assim como foi lançada completamente fora de órbita, explodindo entre Marte e Júpiter.

Posteriormente, após imenso caos por muitos milhares de anos cósmicos, e com apenas 7 das Galáxias Mestres originais restantes, os Lyrianos (o Povo Leão cuja galáxia foi severamente danificada) pediram permissão para colonizar a Terra e construíram suas cidades nas ruínas do que restou de Elysium. Quando explodiram, Avalon se ergueu e depois a Lemúria – todos esses estavam no estado da 7ª dimensão.

Quando Avalon caiu, e Atlântida se levantou, Lemúria foi a próxima a ser destruída. E finalmente, Atlântida, que havia afundado no estado da 5ª dimensão, e a vida já estava em uma faixa de frequência muito mais baixa.

Quando Atlântida quase explodiu o planeta, os conselhos intergalácticos tiveram que intervir com força, pois foi prometido que nenhum planeta, nem galáxia, jamais seria permitido explodir novamente, pois causa muito caos cósmico. Foi então que o planeta foi colocado em quarentena e os véus da amnésia caíram.

Posteriormente, a humanidade se aprofundou ainda mais no atoleiro de seus próprios caminhos destrutivos e acabou no estado tridimensional, ainda mais baixo que o do reino animal!

Observou-se cosmicamente que a raça humana tinha uma tendência à autodestruição, o que era de grande preocupação para os Conselhos Intergalácticos. Parecia que os seres humanos atingiam um certo grau de harmonia, estados de consciência muito elevados e vida evolutiva, e depois pareciam ser dominados pelas mesmas velhas almas ou mentes (vírus) que criaram as Guerras dos Céus.

Assim, a Ordem da Quarentena e a retirada subsequente da Árvore da Vida, os fogos da iluminação do 7º Sol Central, via Sirius, foram desligados. A Chama Branca foi removida do planeta, e o Divino Feminino se retirou quando o patriarcado assumiu.

Conforme a humanidade afundava cada vez mais nos mares do esquecimento e da desordem ou de sua própria criação, muitas almas que carregavam os códigos de luz encarnavam uma e outra vez, querendo manter a Luz firme para os seres humanos, e pagando o preço mais alto por ela, sendo impiedosamente perseguidas e mortas.

Desde a Primeira Guerra Mundial, muitas das almas que estavam envolvidas anteriormente nas lutas encarnaram, e após a Segunda Guerra Mundial, vieram as almas que estavam envolvidas na Atlântida, especificamente.

Para entender isso completamente no contexto, a Federação Intergaláctica e as 7 Galáxias Mestras restantes estão sendo atualizadas pelo Divino e recriadas.

Como o planeta Terra faz parte da Galáxia da Via Láctea e, portanto, não está separado do todo maior, foi declarado que o planeta Terra ascenderia com todas, e que aqueles da humanidade que não poderiam mudar para os estados evolutivos mais elevados, harmonia, unidade e equilíbrio, seria impossível sustentar a vida no planeta por mais tempo.

Eles não seriam mais capazes de manter a forma e, assim, uma fração de suas almas, que permaneceu pura, seria reciclada para os postos avançados do Omni-Verso e terão que passar por todo um novo processo evolutivo novamente.

Por volta de 1946, após uma reunião do Conselho Intergaláctico, foi declarado que, como a raça humana sempre resistira a voltar ao time galáctico, por seus próprios modos bélicos, eles pediram que as almas voluntárias encarnassem no planeta para criar mudanças revolucionárias na história planetária – não pela força, mas instigando a REVOLUÇÃO INTERNA.

As primeiras almas que levantaram as mãos para ajudar na modernização da humanidade começaram a encarnar desde então, mas a maior parte veio a partir de 1950 em diante. Essas eram Indigo e sua principal tarefa era pavimentar o caminho, trazer literalmente as mudanças revolucionárias de uma maneira única, para que as crianças Cristal, Arco-Íris e Solar pudessem segui-las.

As crianças de Cristal encarnaram desde 1972 e o Arco-Íris desde 1994. Observe que muitas crianças autistas encarnaram na época e, quando não foram compreendidas, se retiraram para dentro de si. Desde 2012, as Crianças do Sol estão encarnando e são as mais evoluídas e altamente conscientes de todas as almas, e nunca encarnaram neste planeta antes.

Deve-se notar, porém, que nem todas as almas são voluntárias. Muitas daquelas que ainda têm carma negativo para limpar no nível da alma ainda estão encarnando. Isto é principalmente verdade naquelas almas que tiveram uma vida inteira na Atlântida e em outros lugares.

Algumas delas são almas muito antigas e, portanto, precisam finalmente ficar purificadas em todos os níveis. Muitas delas não farão a mudança, pois parecem não ser capazes de romper os padrões negativos criados em outras vidas. Eventualmente, elas não serão capazes de manter a forma física nos estados da 5ª à 7ª dimensão, pois não podem sintonizar essas bandas de frequência mais elevada.

Muitas das velhas almas, porém, e aquelas que se ofereceram para entrar, vieram como almas VOLUNTÁRIAS, pois não precisavam encarnar novamente. Elas escolheram isso, em razão do grande amor ao planeta e sinceramente desejando usar o conhecimento e a sabedoria de sua própria alma no mais alto serviço ao Divino.

Eu sei que isso é verdade para mim. Fui convidada a ser voluntária e depois disse que não, mas depois de pensar um pouco, decidi que atenderia o chamado e encarnaria. Eu sei que isso é correto também para muitas almas.

Observação: aqueles que são Crianças Índigo, Cristal e Arco-Íris se reconhecerão nessas informações. Certamente encontrei uma imensa cura ao trabalhar com essas Crianças, pois muitas vezes me via refletida nelas. É por causa de minhas próprias lutas, minha extrema sensibilidade, minha intimidação e provocação, e nunca me encaixando na norma, sempre me perguntando o que havia de tão terrivelmente errado comigo, que eu podia sentir o mesmo nelas, e tantas vezes fui em seu socorro. É porque entendi que elas se comunicavam telepaticamente que eu podia ajudar os pais e direcioná-los na direção certa.

Lembre-se de que seu próprio ferimento aparecerá com essas Crianças. No entanto, é a nossa própria ferida que os cura e os ajudam a lidar com a vida no planeta Terra.

Essas novas almas são altamente evoluídas e vêm de sistemas estelares e galáxias ainda desconhecidas pelo homem, e muitas receberam nomes terrestres que não têm significado no cosmos, porque são conhecidas por outros nomes.

Todas elas têm um nível de consciência muito alto e vêm do 5º ao 7º estado dimensional – ajudando assim toda a humanidade a mudar para esse estado dimensional superior. Só por estarem aqui, elas já estão fazendo com que tudo mude, exatamente como fizemos quando encarnamos como Índigo …

~ Parte do curso online sobre As Novas Crianças e como ajudá-las.

Compartilhe com Ética mantendo todos os créditos
Formatação – DE CORAÇÃO A CORAÇÃO
https://www.decoracaoacoracao.blog.br/
https://lecocq.wordpress.com
Instagram – @blogdecoracaoacoracao
Informações e Agendamentos para Mesa Quântica Estelar – lecocqmuller@gmail.com
Copyright: Judith Kusel
Tradução – Vilma Capuano – vilmacapuano@yahoo.com.br
Grata Vilma!

LUZ!
STELA