AS ENERGIAS DE JULHO DE 2022

Resgate da Alma

Por Natalia Alba
25 de junho de 2022

Amados,

Estamos entrando em um mês de harmonização e cura, cujas energias principais nos ajudarão a entrar em um estado profundo de comunhão e resgate da alma, pois a alma também precisa de tempo para se recuperar, para poder voltar a fazer parte de nossa experiência na vida terrena.

Julho nos convida a nos movermos para dentro e aprendermos a nos comunicar com nós mesmos, com nossos mundos internos e com o Aspecto Iluminado de quem somos, como a única maneira de receber orientação autêntica. Este é um mês que nos lembra a importância de construir uma ponte do nosso eu humano, para a nossa alma e mônada, fundindo-se com eles, para que possamos caminhar em uníssono.

Durante o mês de julho estamos entrando em uma das passagens mais intensas de todo o ano – uma Sabedoria que durará desde o Solstício, passando pelo portal 7/7 que também coincide com o Siriano, pois nosso Sol se alinhará com ele ao redor de 4 de julho, até o Portal de Leão. As energias deste mês vão nos afetar poderosamente, dando-nos a oportunidade de alcançar níveis mais elevados de amor, sabedoria e poder.

Um mês que com o seu número universal 13 – 4 reduzido – nos lembra, é um mês de transformação pessoal e, portanto, de elevação, se primeiro estivermos dispostos a entrar nas profundezas de nosso ser, onde podemos fazer todas as mudanças necessárias para sermos mais unificados.

13 é o número da transformação, que significa simplesmente passar de um estado de ser para outro. O que determina nosso novo estado de ser é nossa escolha consciente de passar da separação para a unidade ou vice-versa, pois, afinal, tudo é uma questão de escolha.

Uma transformação que não precisa ser dolorosa, a menos que não estejamos preparados para deixar

para trás um aspecto de nosso antigo eu e tudo o que está ligado a ele. Isso resulta em um sofrimento profundo, que não vem da mudança pessoal que estamos passando, mas da nossa resistência em deixar ir.

Deixar ir é nossa natureza, estamos constantemente abraçando e deixando tudo ir, mesmo que tenhamos criado a ilusão de que somos seres lineares. É tempo de se adaptar à mudança e, em vez de resistir, abrir o coração com sinceridade ao que virá, pois é lei que, quando nos soltamos, outra coisa, mais iluminada, amorosa, deve ocupar seu lugar.

O número 4 – 13 reduzido – representa o equilíbrio, a estabilização que vem quando sintetizamos o que estava anteriormente separado e, portanto, com dor, e nos movemos para um estado de ser mais pacífico, algo que sempre vem após a devida mudança interior necessária. Passamos agora a ancorar essas mudanças internas no físico, que também é a mesma mensagem que o número 4 nos dá neste momento, uma mensagem para ancorar a sabedoria e a clareza que descem até nós em nosso eu humano.

A carta que representa o número 4, o Imperador, retrata a imagem de uma presença poderosa que tem uma realidade abundante e estável, não por algum destino milagroso, mas porque fez o trabalho interior e físico necessário, estabelecendo os fortes pilares para isso ocorrer. Pilares que emergem de uma profunda e anterior transformação interior.

Ambas as essências dos números 13 e 4 se complementam, pois ambas são o resultado de uma e da outra. Essências que representam as energias que também estão nos ajudando planetariamente falando, e que também se juntarão às galácticas que estão vindo para apoiar nossa jornada evolutiva.

Julho é realmente um mês de profunda introspecção, comunhão e descensão, pois é assim que podemos crescer e avançar, indo para dentro e visualizando tudo o que conquistamos e tudo o que ainda está para ser conquistado.

Alinhamentos astrológicos

Astrologicamente, temos um mês calmo e reconfortante, embora isso não implique inatividade, pois é o que muitos vão acreditar, devido aos retrógrados deste mês.

Julho é um mês muito especial, com muitas energias de Fogo, vindas de Leão, nos preparando para o Portal de Leão, trazendo todo esse movimento criativo e manifestação para dentro, onde realmente transformamos e criamos, antes que possa se manifestar em nosso mundo físico. É um mês para expandir em nossos reinos internos, alcançando níveis mais elevados de sabedoria e amor, algo que só pode ser feito através de uma comunicação profunda com nosso Eu Divino.

Começamos julho com Marte entrando em Touro no dia 5 do mês, ao mesmo tempo em que Mercúrio entra em Câncer. Marte ardente em Touro Terrestre será uma fonte de sensualidade e paixão para irmos atrás do que desejamos, desfrutando das paixões do nosso mundo terreno, o que nem sempre significa cair nos desejos egóicos, mas encontrar a beleza no momento, viver nossas vidas humanas plenamente, de coração, sentindo-nos gratos por cada minuto de nossa existência.

Por outro lado, Mercúrio em Câncer, amoroso e intuitivo, é uma oportunidade maravilhosa de parar todo o barulho da mente e do ser para se comunicar com nossos sentimentos, com nossa Alma, aprendendo a se comunicar amorosamente, primeiro conosco mesmos e depois com os outros, com empatia e compaixão. Mercúrio nos ajudará a expressar nossos sentimentos com fluidez, pois muitas vezes, especialmente para aqueles que são empáticos naturais, tendemos a nos retrair tanto que esquecemos o quão importante é comunicar o que sentimos.

Em 7 de julho temos o primeiro retrógrado, por assim dizer, deste mês: Vesta, junto com Quíron se juntando em 19 de julho, Juno fazendo o mesmo em Peixes em 25 de julho e, por último, Júpiter em 28 de julho. Como vocês sabem, minha visão sobre os retrógrados mudou anos atrás, pois isso é uma ilusão humana. No entanto, isso se tornou real, pois a crença coletiva a criou e agora, para aqueles que estão imersos em retrógrados, julho representará um mês mais desafiador em termos de atrasos e lentidão.

Para aqueles que optaram por simplesmente comungar com as essências dos planetas e asteróides, não permitimos mais que fontes externas governem nossas vidas, simplesmente nos alinhamos com aqueles com quem gostaríamos de cocriar e podem nos ajudar a transformar um aspecto interior de nós mesmos. Todos esses planetas e asteroides retrógrados nada mais são do que o reflexo do que foi previa e coletivamente criado.

Julho é um mês de retrospecção interior se temos retrógrados ou não, porque há momentos dentro da Criação em que simplesmente precisamos estabelecer uma comunicação mais profunda com nós mesmos, para obter mais orientação em nossa jornada única, bem como nos recuperar em um nível de alma, pois a alma precisa descansar e rejuvenescer para continuar sua intensa jornada evolutiva humana.

Vesta encarna o feminino e a devoção ao serviço. Com Vesta, finalmente podemos nos conectar com nossa essência intuitiva e nos dedicar a servir de maneira mais espiritual. Este é um momento para nos concentrarmos em nossa sexualidade, curando todos os traumas relacionados à nossa essência feminina sagrada e emergindo curados, inteiros e empoderados, recuperando a liberdade sexual dos muitos programas e manipulações sexuais que diminuíram nossa essência feminina.

Quíron, especialmente em Áries, é mais masculino. Mais uma vez, estamos vendo como este mês traz infinitas oportunidades para estabelecermos um equilíbrio entre ambos, bem como a correção dos desequilíbrios que podemos acumular durante anos em relação a ambas as essências.

Com Quíron, olhamos mais profundamente para as feridas/aspectos de nós mesmos que tentamos tanto esconder, mas ainda habitam, com dor, dentro de nós. Quando conscientemente desejamos nos alinhar com a frequência de um determinado Planeta, estrela ou asteroide, se bem direcionados podemos nos conectar com a consciência desse certo corpo estelar e integrar sua frequência de cura para nos ajudar a dissolver o que ainda está fragmentado, e que não está nos permitindo experimentar nosso verdadeiro caminho e potencial de alma.

Quíron auxilia Vesta, o feminino, e nos protege, como o masculino faz na Criação, para que o feminino possa se curar, se recuperar e se reunir novamente com o masculino, como iguais.

Além disso, temos também Juno retrógrado em Peixes a partir de 25 de junho, o que nos ajudará nessa união interior. Juno, como você sabe, costumava ser a deusa do casamento. Agora sabemos que sua essência é a união de essências opostas, bem como fora de nós mesmos, com outros que ressoam profundamente no nível da alma. Juno tem tudo a ver com síntese, reencontro e trazer amor incondicional a tudo o que somos.

Neste momento introspectivo, a essência de Juno nos ajuda a encontrar essa união dentro de todos os aspectos de nós mesmos, com nossa alma e mônada, para que possamos estender também essa mesma união em nossos relacionamentos. É um momento em que tudo dentro da Criação está nos enviando a mesma mensagem de ir para dentro, para onde todos precisaremos ir em algum momento se realmente desejamos trazer cura e integridade para nosso ser.

Um tempo para curar nosso eu sombrio, especialmente com Peixes, e todas as ilusões que podemos ter criado em torno de parcerias que nos fazem cair continuamente em velhas armadilhas tóxicas em nossos relacionamentos.

Júpiter, por outro lado, tem tudo a ver com expansão, retrógrada ou não, pois como sempre compartilho, Júpiter não pode mudar sua essência de acordo com nossas ilusões humanas.

Júpiter é outra força planetária que nos convida a expandir internamente, onde tudo é criado, para que possamos criar uma visão primeiro do que desejamos, antes de ancorá-la no físico. Expansão não é apenas nascimento, mas adquirir mais sabedoria para nos conhecermos completamente e o caminho único da alma, e isso é algo que só pode vir de dentro de nós mesmos.

Em 13 de julho temos uma Lua Cheia a 21 graus de Capricórnio. Esta é uma Super Lua harmonizadora e curativa, que nos traz, especialmente devido às energias circundantes, iluminação, pois é a culminação e o pico das energias deste mês, aquelas que nos convidam a interiorizar para encontrar a sabedoria esquecida, então podemos emergir das profundezas de nossa alma, após esse período introspectivo, e trazer tudo o que aprendemos dentro de nossas vidas humanas.

A iluminação não se trata apenas de recuperar a sabedoria, mas de discernimento, clareza e consciência necessária para que saibamos o que precisa ser curado e dissolvido dentro de nós, pois muitas vezes tratamos nossas feridas de uma perspectiva externa, e elas vêm à tona novamente, pois ainda não entramos na raiz e origem de nossos desequilíbrios.

Em 17 de julho, temos Vênus entrando em Câncer. Com Vênus em Câncer, podemos nos sentir mais sensíveis e profundamente emotivos. Serão justamente aqueles que têm a missão pessoal de trazer de volta ao Planeta a essência feminina perdida, os que se sentirão mais vulneráveis, neste momento.

A vulnerabilidade quando abraçada é uma dádiva, pois torna você mais forte em expressar seus sentimentos, em vez de escondê-los. Também é um momento maravilhoso para cuidar de nós mesmos, em todos os níveis, pois também cuidamos dos outros e passamos algum tempo fazendo coisas que nutrem nosso ser e que também nos trazem alegria.

Dois dias depois, em 19 de julho, Mercúrio entra em Leão. Este evento vai nos capacitar a sermos mais confiantes e usar nossa energia, através dessas energias ardentes deste mês, para nos expressarmos, nossas crenças e o que realmente pensamos, a partir de um estado apaixonado, mas sem ferir ou desrespeitar ninguém. O importante é ir atrás do que realmente desejamos, expressar nossos corações e contribuir compartilhando nossas ideias e criações pessoais com o mundo.

Em 21 de julho, passamos da estação amorosa e intuitiva de Câncer para a temporada de Leão, pois o primeiro a entrar neste signo de fogo é o Sol. Com o Sol em Leão, podemos incorporar essa essência feroz para nos capacitar e expressar nossos corações, permanecendo firmes em quem somos, compartilhando nossa Centelha Divina única, em um momento em que a liberdade e o direito de nos expressarmos são essenciais.

Se direcionarmos essa frequência adequadamente, poderemos ser corajosos e ousados ​​em seguir nosso próprio caminho. Pelo contrário, um excesso dessa frequência ígnea pode nos levar à arrogância e é por isso que o equilíbrio, como sempre, é a chave, para podermos discernir por nós mesmos se estamos usando essas energias para autocapacitação ou apenas para nosso desejo egoico de se sentir superior.

No final do mês, começaremos a ver como os planetas se aglomerarão em torno de Leão. Energias que começam a introduzir a intensidade do Portal de Leão e todas as energias circundantes que o acompanham. Em 23 de julho temos Ceres em Leão, juntamente com uma Lua Nova em Leão, alguns dias depois, em 28 de junho, e o Sol.

A essência de Ceres é a de uma mãe, em todos os níveis, o amor do Feminino Divino, o amor da Terra por nós e da mãe dedicada. Como você pode ver, estamos recebendo muitas energias femininas durante o mês de julho para nos ajudar a comungar com nossa intuição.

No entanto, quaisquer padrões de auto sacrifício que surjam serão apagados, pois a devoção não significa mais nos perdermos pelos outros, pois também somos importantes dentro da Criação, temos uma missão única e o direito de criar limites saudáveis.

Como Ceres reside em Leão, convida-nos a nutrir a nós mesmos e a tudo o que tocamos com benevolência e a partir de um espaço empoderado. É a versão saudável do arquétipo da mãe, aquela que alimenta e protege de um estado soberano de ser, nunca de um estado de escravidão, como muitas vezes nos ensinaram.

Frequências fortalecedoras, mas também estimulantes, que aumentarão por volta de 28 de julho, com a Lua Nova a 5 graus de Leão, na qual já estaremos imersos na passagem do Portal de Leão, que não durará apenas um dia ou mês, pois uma vez que as energias estão ancoradas na Terra, permanecem para todos que desejam integrá-las e cocriar com elas.

A Lua em Leão é um convite para colocar em prática tudo o que aprendemos anteriormente durante o mês de julho, pois amar e nutrir-nos é igualmente importante. É agora que estamos prontos para nos tornarmos nossos próprios cuidadores, protetores e amantes, pois descobrimos que sempre tivemos tudo dentro de nós.

Por fim, no final de julho, no dia 31, temos Urano em conjunção com o Nodo Verdadeiro. Isso será de grande importância, pois com as energias leoninas circundantes, este encontro planetário nos convida a crescer espiritualmente, a equilibrar as ações inconscientes com as amorosas, pois é através das lições e da responsabilidade que mais crescemos.

Esse alinhamento é fundamental, neste momento de transição para muitos. Não devemos permitir que outros eventos nos impeçam de nos conectar com este, pois é vital para nós desencadearmos a mudança necessária dentro de nós, que nos permitirá reconhecer quem somos, nossa missão e ir atrás do que viemos aqui fazer e cumpri-la, se ainda não a tivermos feito.

É um acontecimento que não ocorria desde 2007, que nos convida a abraçar o caminho destinado à nossa alma, aquele que escolhemos cuidadosa e amorosamente, antes de encarnarmos nesta Terra, para evoluir e ajudar os outros a fazê-lo também.

Julho é o mês da sabedoria. Aquele que nos levará a uma comunhão mais profunda com nosso Eu Iluminado, com nosso propósito único e com a lembrança, que muitas vezes precisamos, daquele que é nosso principal papel aqui na Terra que tantas vezes, com todas as distrações que nos cercam, podemos precisar de alguma ajuda para lembrar nossa verdadeira motivação e paixão.

Durante o mês de julho nos é oferecida a oportunidade de revisitar tudo o que criamos, aprendemos, conquistamos e liberamos, para que possamos criar a partir de um espaço mais consciente agora, sabendo o que realmente desejamos manifestar a seguir e o que está obsoleto em nossa realidade atual que não mais serve ao nosso propósito de alma.

Nosso destino, missão de alma e tudo o que sempre tentamos tanto encontrar lá fora sempre nos acompanhou em nossa busca humana. Nós apenas tivemos que parar de procurar nos lugares errados e nos mover para dentro, onde todos residem.

Agora nos é dada, mais uma vez, a oportunidade de perceber onde tudo realmente está para que possamos redirecionar nosso caminho e começar a criar conscientemente tudo o que temos sentido por muito tempo.

No momento em que percebemos que sempre tivemos o poder, o conhecimento e a vontade, já percorremos metade do caminho para a iluminação. O resto é nossa escolha pessoal de assumir a responsabilidade e reivindicar nossa soberania ou ignorar nosso poder e continuar a entregá-lo.

Desejo a todos um mês de julho abençoado, Amados.
Que vocês possam comungar e se alegrarem na Presença do seu Eu Divino Iluminado.

Dentro do Amor Infinito,

Natalia Alba

Compartilhe mantendo todos os créditos
Formatação e tradução – DE CORAÇÃO A CORAÇÃO
http://www.decoracaoacoracao.blog.br/
http://stelalecocq.blogspot.com
https://lecocq.wordpress.com
Livro “Mensagens dos Mestres – De Coração a Coração”
http://mensagensdosmestres.blogspot.com/
Instagram – @blogdecoracaoacoracao
Informações e Agendamentos para Mesa Quântica Estelar, Mesa Pet, Mesa Quântica 2.0 e Frequência de Cura Arco Iris – lecocqmuller@gmail.com
https://www.starseedsoul.com/

LUZ!
STELA