IDENTIDADE SOBERANA

Por Bernhard Guenther

“Em nossa sociedade desincorporada onde a maioria das pessoas vive em suas mentes, desconectada…, tentando “consertar” o mundo, projetando essencialmente sua própria fragmentação em seu ambiente desequilibrado, que é um espelho de sua divisão mente-corpo. Este é o conjunto mais básico do Sistema de Controle de Matrix pelas forças ocultas (trabalhando através de seus fantoches humanos no poder) …

Continuar lendo “IDENTIDADE SOBERANA”

O PERIGOSO CAMINHO EM DIREÇÃO AO DESPERTAR – Parte VIII – FINAL

Por Bernhard Guenther

PARTE   I –   AQUI
PARTE  II –   AQUI
PARTE III –   AQUI
PARTE IV –   AQUI
PARTE  V –   AQUI
PARTE VI –   AQUI
PARTE VII – AQUI

A VIDA COMO UM CATALISADOR E PROFESSOR

Para aqueles de nós que continuam trabalhando em nós mesmos com sinceridade e autohonestidade radical – enfrentando as mentiras que temos dito a nós mesmos (provenientes da mente /personalidade e condicionamento social /cultural, aumentadas por injeções de pensamento das forças hostis ocultas), percebendo a futilidade da “vontade pessoal”, etc. – e, como resultado, tivemos vislumbres de nossa Verdadeira Natureza e Direito De Nascimento que está escondido atrás de quem “pensamos” que somos, os dons começam a revelar-se de maneiras estranhamente maravilhosas.

Continuar lendo “O PERIGOSO CAMINHO EM DIREÇÃO AO DESPERTAR – Parte VIII – FINAL”

O PERIGOSO CAMINHO EM DIREÇÃO AO DESPERTAR – Parte VII

Por Bernhard Guenther

PARTE   I – AQUI
PARTE  II – AQUI
PARTE III – AQUI
PARTE IV – AQUI
PARTE  V – AQUI
PARTE VI – AQUI

SINCERIDADE E AUTO HONESTIDADE RADICAL

A parte mais importante no processo de trabalhar para o Despertar é a auto honestidade, sermos sinceros conosco mesmos. Como mencionado no início deste ensaio, mentiras para o eu são os mais prejudiciais e maiores obstáculos no autotrabalho esotérico e também o mais difícil de detectar.

À medida que ganhamos níveis mais elevados de consciência e conscientização, percebemos a responsabilidade que temos, o que “despertar” realmente significa e quão desafiante é realmente a liberdade verdadeira, pois ela implica abandonar o controle (a ilusão /limitação da vontade pessoal), percebendo que não podemos culpar alguém nem nada.

Continuar lendo “O PERIGOSO CAMINHO EM DIREÇÃO AO DESPERTAR – Parte VII”

O PERIGOSO CAMINHO EM DIREÇÃO AO DESPERTAR – Parte VI

Por Bernhard Guenther

PARTE   I – AQUI
PARTE  II – AQUI
PARTE III – AQUI
PARTE IV – AQUI
PARTE  V – AQUI

A Armadilha do Salvador e Consciência do Mártir

No outro lado da moeda da Vítima está o complexo de Salvador/Mártir, que se liga à armadilha de “acordar/ajudar os outros”. Este estado inflacionado – sendo identificado com o “salvador” – baseia-se na ilusão de que há algo “errado” com a realidade (como na força criadora da Fonte/ Deus/Universo de onde todos se originam/é manifestado) – de alguma forma um “erro” e, portanto, precisamos “salvar” ou “consertar” o mundo.

Continuar lendo “O PERIGOSO CAMINHO EM DIREÇÃO AO DESPERTAR – Parte VI”

O PERIGOSO CAMINHO EM DIREÇÃO AO DESPERTAR – PARTE V

Por Bernhard Guenther

PARTE I – AQUI
PARTE II – AQUI
PARTE III – AQUI

PARTE IV – AQUI

A ARMADILHA DE QUERER AJUDAR OS OUTROS

Esta armadilha está estreitamente relacionada por trás do impulso de tentar vigorosamente despertar outros. Uma vez que, em muitos casos, não há obviamente nada de errado em querer ajudar os outros – e, na verdade, é frequentemente encorajado a estarmos lá para os outros necessitados – respeitar o livre arbítrio aplica-se aqui também, pois que não podemos realmente ajudar quem não está disposto a ajudar a si mesmo, ou que não está pedindo por isso.

Continuar lendo “O PERIGOSO CAMINHO EM DIREÇÃO AO DESPERTAR – PARTE V”

O PERIGOSO CAMINHO EM DIREÇÃO AO DESPERTAR

Parte IV – por Bernhard Guenther

PARTE I – AQUI
PARTE II – AQUI
PARTE III – AQUI

Nota da Tradutora Este capítulo está fabuloso. Explica também a negatividade das polêmicas na internet…e o “alimento” produzido para as forças contrárias através delas. Aproveitem!

ARMADILHAS NO CAMINHO PARA O DESPERTAR

Vejamos algumas das armadilhas na jornada rumo ao Despertar e também examinemos algumas das emboscadas em que podemos cair na esteira de experimentar um vislumbre de outro profundo estado desperto (se ainda impermanente).

Continuar lendo “O PERIGOSO CAMINHO EM DIREÇÃO AO DESPERTAR”

O PERIGOSO CAMINHO EM DIREÇÃO AO DESPERTAR – Parte III

 Por Bernhard Guenther

PARTE I – AQUI
PARTE II – AQUI

O QUE SIGNIFICA ESTAR “DESPERTO”?

Mas o que realmente significa estar verdadeira e totalmente desperto? Bem, estamos entrando em território escorregadio aqui – um lugar onde encontramos as limitações de palavras e linguagem. É algo que a mente não pode compreender através de um processo de pensamento ou descodificação de linguagem, pois é uma experiência interna além do pensamento, emoções e sentimentos; um estado mais elevado de Ser.

Como disse Lao Tzu: “O Tao que pode ser dito não é o Tao eterno” ou a clássica metáfora Zen de confundir o dedo apontando para a lua na Lua: “Para apontar para a lua, um dedo é necessário, mas ai daqueles que consideram o dedo a lua … “– DT Suzuki

Continuar lendo “O PERIGOSO CAMINHO EM DIREÇÃO AO DESPERTAR – Parte III”